Elias, o tesbita (1 Reis 17.1-7)


I. Seu nome
A palavra hebraica para “Deus” no Antigo Testamento é Elohim, usada em alguns momentos na forma abreviada de El. A palavra jah é o termo usado para “Jeová” . Assim, no nome de Elias (.Elijah) encontramos as palavras usadas para “Deus” e “Jeová” . Entre elas existe um pequeno “i” que, em hebraico, é uma referência ao pronome pessoal “meu” .
Colocando as palavras juntas, descobrimos que o significado do nome Elias é “Meu Deus é Jeová” ou “o Senhor é o meu Deus”.


II. Tesbita

Tente localizar Tisbé no mapa da região de Gileade, no Oriente Médio antigo.
O termo tesbita se refere a um nativo de certa cidade de nome Tisbé, ou algo similar... a localização dessa cidade é desconhecida.
Embora Elias tenha vindo desse lugar insignificante - ou seja, do meio do nada - , ele fez tal contribuição para o plano de Deus e para o seu povo que se tornou um dos heróis mais famosos de Israel. Ele se tornou uma lenda.
O segundo ponto importante é o lugar de origem de Elias. Ele era de Tisbé e, por isso, é chamado de “Elias, o tesbita” . Lembre-se de que sabemos muito pouco sobre Tisbé, sendo que até sua localização não é exata.

No entanto, o texto indica claramente que ela ficava em Gileade, no norte da Transjordânia, isto é, do lado leste do rio Jordão. A partir desta pista, os historiadores juntaram alguns fragmentos com o auxílio da pá dos arqueólogos.

Gileade era um lugar solitário e de vida ao ar livre, onde seus habitantes eram provavelmente rudes, queimados do sol, musculosos e fortes. Nunca foi um lugar de educação, sofisticação e diplomacia.
Era uma terra árida, e muitos acham que a aparência de Elias tinha muita relação com sua terra. Seus hábitos beiravam o grosseiro e o áspero, o violento e o severo - não muito diferente de outros personagens fortes que Deus introduzira na cena em certos momentos da história de um mundo insuspeito. Estes personagens podem não ter muitos amigos, mas uma coisa é certa: eles não são ignorados. Os profetas são sempre assim.

III. Seu estilo

O nome de Elias era tão significativo quanto suas raízes. Mas o que vem mais de imediato à mente quando penso em Elias é seu estilo.
De uma hora para outra, ele está diante do rei. Sem um momento de hesitação, aparentemente sem medo ou relutância, Elias se coloca diante do rei Acabe e vai direto ao ponto.

Lembre-se: o reino de Israel conhecera cinco ou mais anos de descrença, assassinatos, idolatria, impiedade e governantes degoladores.
Como se não bastasse, o rei atual e sua parceira dominadora eram os piores da turma. Naquele instante, pisa no palco um profeta vindo de lugar nenhum. Ele não segue o protocolo, não se apresenta ou faz qualquer deferência à presença real.

O homem não tem nenhuma sofisticação, educação ou treinamento, nem segue os modos da corte. Ele simplesmente chega e anuncia: “Tão certo como vive o S e n h o r , Deus de Israel, perante cuja face estou, nem orvalho nem chuva haverá nestes anos, segundo a minha palavra”.

Conclusão

Elias, surgido de lugar nenhum que, de repente, pisa nas páginas da história, é uma testemunha viva do valor de uma vida completamente dedicada a Deus. Um homem desconhecido que veio de um fim de mundo qualquer, chamado para se levantar contra o mal no mais violento, turbulento e decadente dos tempos.
Os métodos de Deus são sempre surpreendentes. Na verdade acho que, às vezes, eles são até ilógicos.

Eles realmente não fazem muito sentido para nossas mentes finitas.
Os irmãos de Davi riram quando ele disse que se colocaria diante de Golias.
Já parou para pensar em Josué, andando em volta das muralhas de Jericó, tocando aquelas trombetas? Que negócio esquisito!
Deus está buscando homens e mulheres cujos corações estejam completamente entregues a ele, que não se misturem com o cenário a sua volta.
Blog: IBA
Fonte: Elias, Charles Rswindoll

Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

Comente você também!

Visitas Globais

 
Traduzido Por : Template Para Blogspot Copyright © 2011. Instituto Bíblico Abba - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger